Borrão de amores

Autores

  • Guilherme Gontijo Flores Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

Poesia romana, Catulo, Política dos afetos.

Resumo

Resumo: A poesia de Caio Valério Catulo (c. 84—54? a.C.), por ter como
centro a temática amorosa, a vida do adultério, a amizade e a própria poesia,
é um ponto chave para tentarmos pensar as complexas relações afetivas que
atravessam o universo romano no fim da República. Para além disso, busco
neste artigo refletir como esse borrão afetivo é também uma forma de tornar a
poética um lugar de constante enfrentamento político.


Abstract: The poetry of Caius Valerius Catullus (c. 84-54 BC), because of its
thematic emphasis on love, on a life of adultery, on friendship and on poetry
itself, is a key point to think about the complex affective relations that cross
the Roman universe at the end of the Republic. In addition, in this article I try
to reflect on how this affective blur is also a way of making poetics become a
place of constant political confrontation.

Keywords: Roman poetry; Catullus; Politics of affection.

Biografia do Autor

Guilherme Gontijo Flores, Universidade Federal do Paraná

É poeta, tradutor e professor da latim na UFPR. É autor, dentre outros, de Tróiades — remix para o próximo milênio (2015, Patuá, com site www.troiades. com.br) e l'azur Blasé, ou ensaio de fracasso sobre o humor (2016, Kotter/
Ateliê). Como tradutor, lançou A anatomia da melancolia (2011-13, 4 vols. UFPR), Elegias de Sexto Propércio (2014, Autêntica) e Safo: fragmentos completos (2017, Ed. 34). É coorganizador da antologia Por que calar nossos amores?
Poesia homoerótica romana (2017, Autêntica). Junto com Rodrigo Tadeu Gonçalves publicou o livro Algo infiel: corpo performance tradução (2017, Cultura & Barbárie/n-1). É coeditor da revista e blog escamandro: poesia tradução
crítica (www.escamandro.wordpress.com) desde 2011 e membro do grupo Pecora Loca (dedicado a tradução e performance vocal de poesia antiga
e moderna).

Downloads

Publicado

2017-12-20