Arte e Literatura: esperança vã de avós ou sonho acordado das civilizações?

Autores

Palavras-chave:

Literatura, Crítica da Cultura, Linguagem Audiovisual, Educação

Resumo

Este artigo tem por objetivo aproximar linguagem audiovisual e literatura, nas salas de aula e no contexto político e social do Brasil contemporâneo.  “Direito à literatura”, escrito por Antonio Candido em 1988, é o eixo articulador de reflexões de Trotski e Raymond Willians sobre Arte e Cultura Popular. A parte final do artigo emprega referências da Análise Fílmica para sugerir um roteiro didático e pedagógico para o tema.

Biografia do Autor

Amauri Araujo Antunes, IFSULDEMINAS- Instituto Federal do Sul de Minas UFSJ - Universidade Federal de São João del-Rei

Prof. de Letras (Português), Arte e Filosofia, no IFSULDEMINAS - Três Corações. 

Mestre em Letras - Teoria Literária (UNICAMP)

Dr. em Teatro (UNIRIO)

Em estágio pós doutoral na UFSJ - Mestrado em Letras, sob a supervisão da Dr. Miriam de Paiva Vieira

Downloads

Publicado

2020-11-02