O HOMEM CULTO DO SÉCULO XIX: QUESTIONAMENTOS EM TORNO DO CONCEITO DE BILDUNG NA OBRA DE JOHANN GUSTAV DROYSEN

Pedro Caldas

Resumo


O objetivo deste artigo é ana-
lisar a idéia de homem culto a partir de
alguns aspectos da obra do historiador
alemão Johann Gustav Droysen (1808-1886). Para que tal idéia seja reconsiderada em novas bases, implica reconsiderar (a) a idéia de autonomia da ciência,
questão central desde a fundação da Universidade de Berlim em 1810; (b) a imagem do intelectual burguês do século
XIX, aqui entendido como o homem da
burguesia culta (Bildungsbürgertum),
imagem esta geralmente contaminada
pelas interpretações criadas ao longo de
todo o século XX desde o impacto da
experiência do Terceiro Reich; (c) o significado complexo da idéia de Bildung,
conceito que não encontra guarida definitiva em qualquer área do conhecimento ou produção cultural. A partir da obra
de Droysen esta complexidade indicará
um caráter trágico, e que, portanto, não
será mera ideologia que encobre contradições – será, antes, o próprio exame
destas contradições.

Palavras-chave


homem culto, Bildung, Droysen.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Pedro Caldas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.