A LETRA MÚLTIPLA DE ARNALDO ANTUNES, O PEDAGOGO DA ESTRANHEZA

André Gardel

Resumo


A obra de Arnaldo Antunes
como proposta, criativa e didática, de
diminuição do fosso existente entre ex-
perimentação estética culta e comuni-
cação ligada à indústria do entreteni-
mento. A idéia base que norteia seu tra-
balho é a de desentranhar o incomum do
comum, desautomatizando o clichê, com
o intuito de afirmar a estranheza, a dife-
rença, espaço por excelência do poético
inventivo, como princípio assimilável
para um público de massas. Uma produ-
ção artística que se desdobra por várias
mídias, por várias linguagens, que incor-
pora a diversidade discursiva e cultural
do mundo contemporâneo, transitando
livremente tanto pela cultura híbrida po-
pular comercial quanto pelo universo
seletivo erudito.

Palavras-chave


Música e poesia. Experimentação estética. Cultura popular. Pedagogia da estranheza. Multidiscursividade e jogo intersemiótico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 André Gardel

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.