O delirante Dioniso: o divino da vida a partir do trágico

Cristiane Almeida de Azevedo

Resumo


Entre os deuses do panteão grego, Dioniso é aquele que Homero chama de o delirante. O deus do delírio e das transgressões, do trágico e da tragédia é também o deus da alegria, da vida. Seu próprio mito é marcado pelo paradoxo maior: vida e morte, nos desvelando assim, uma visão trágica do mundo. Contudo, o deus morre para se mostrar indestrutível, para mostrar que, como ele, a vida é também indestrutível e poderosa. A partir da saga do deus, podemos apontar o trágico como um elemento positivo para os homens, uma vez que Dioniso representa a possibilidade de brindar aquilo que é divino na vida, ou seja, a própria vida. O presente trabalho pretende refletir sobre o trágico e a tragédia presentes no culto a Dioniso através das características do deus apontadas por autores como Nietzsche, W. Otto, Kerényi, Dodds,Vernant, Burkert, para chegar ao que seria a essência de Dioniso: o deus da vida indestrutível, o deus da zoé.


Palavras-chave


Dioniso. Trágico. Tragédia. Trágos. Zoé.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.