A bela morte é o fim da bela vida de Sócrates

Aldo Dinucci

Resumo


Neste artigo apresento algumas reflexões sobre o excelente texto “A Morte Feliz” de Izabela Aquino Bocayuva, sobretudo no que se refere à morte de Sócrates. Observando que Izabela não deixa claro a que “Sócrates” se refere em seu texto, se ao Sócrates dos primeiros diálogos de Platão ou se à personagem “Sócrates” dos diálogos da maturidade e da velhice, passo à questão da morte de Sócrates, afirmando que este buscava não o viver a todo custo, e tampouco o escapar a todo custo da morte para viver, mas sim o bem viver, que para ele, significa viver harmonizando a alma de modo a torná-la no mais alto grau possível imagem da ordem do mundo. Assim, temos no Socrates dos primeiros diálogos de Platão.

Palavras-chave


Sócrates. Antiguidade. Estética. Ética. Socratismo. Filosofia Clássica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.