Santarém, Cidade Portal de Fronteiras Históricas do Oeste do Pará

Autores

  • Scott William Hoefle Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.36403/espacoaberto.2013.2100

Palavras-chave:

Surto econômico, Cidade portal de fronteira, Amazônia, Pará

Resumo

Aborda-se neste artigo o percurso de Santarém como cidade portal de múltiplas
fronteiras que se desenvolveram historicamente no vale médio do rio Amazonas e no vale do rio Tapajós. Através dos séculos a cidade comandou uma hinterlândia que passou por vários surtos econômicos, desde a coleta das drogas do sertão no início da colonização portuguesa à agroindústria de hoje. Localizada entre Belém e Manaus e historicamente subordinada a estas, Santarém hoje começa a sair da sombra delas e destacar-se como polo regional administrativo, comercial, cultural e de serviços especializados. Os surtos econômicos e as transformações socioambientais são interpretados com base no modelo de redes de cidades globais de Peter Taylor, adaptado à Amazônia com o conceito de cidade portal da literatura sobre fronteiras históricas no mundo.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2013-07-05

Como Citar

HOEFLE, Scott William. Santarém, Cidade Portal de Fronteiras Históricas do Oeste do Pará. Espaço Aberto, Rio de Janeiro, Brasil, v. 3, n. 1, p. 45–76, 2013. DOI: 10.36403/espacoaberto.2013.2100. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/EspacoAberto/article/view/2100. Acesso em: 13 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)