Amor e loucura como experiência plena do espaço destinado aos mortais

Paulo Victor Rodrigues da Costa (UFRJ)

Resumo


O presente artigo procura pensar a relação entre amor, loucura e graça no interior da obra Fedro, de Platão. Os pontos que a princípio serão trabalhados são: as características que inserem o pensamento de Platão na dinâmica do mundo grego, bem como a singular condição humana de separação-participação do âmbito divino. Concluída tal etapa, será possível indicar como amor é a afinação da experiência plena do espaço destinado aos homens.

Palavras-chave


FILOSOFIA ANTIGA; PLATÃO; AMOR.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019