Interioridade e subjetividade: um percurso de Agostinho a Freud

Cecilia Cassal, Jasson Martins

Resumo


O artigo procura estabelecer uma relação de continuidade entre a ideia de interioridade de Agostinho e o conceito de subjetividade em Freud. A interioridade, apartir da teoria da iluminação, fundamentou o que nós chamamos hoje identidade moderna. Essa identidade moderna, no ocidente, passa da interioridade à subjetividade,com a criação da psicanálise. Tanto a noção de interioridade agostiniana como a noção de subjetividade psicanalítica possui o mesmo objetivo: permitir que cada indivíduo conheça a si mesmo. Enquanto na teoria da iluminação era necessária a emergência de um luzeiro (Deus) que a tudo organiza e dá sentido; na psicanálise, com a emergência do inconsciente, o sujeito é o responsável por organizar o seu espaço interior, psicanaliticamente descrito como espaço cindido, sem organização e guiado pelas pulsões. Nessa perspectiva, na atualidade, a interioridade e a subjetividade são um espaço de produção de conhecimento de si e também o lugar onde se forjam as tecnologias de governo de si e também da sociedade.

Palavras-Chave: Interioridade. Subjetividade. Verdade.

 

Referências bibliográficas


AGOSTINHO. De Magistro. São Paulo: Abril Cultural, 1973. (Os
Pensadores).


______. A verdadeira religião; O cuidado devido aos mortos. São
Paulo: Paulus, 2002.


______. Confissões. Bragança Paulista: Editora Universitária São
Francisco, 2003.


FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal,
1982.

______. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro:
Graal, 1997. (v. 1).


FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. São Paulo: Abril
Cultural, 1978. (Os Pensadores).


TAYLOR, Charles. As fontes do self: a construção da identidade
moderna. São Paulo: Loyola. 2005.


Palavras-chave


Interioridade; Subjetividade; Verdade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Ítaca - Periódico acadêmico administrado e editado por discentes de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro

ISSN (1519-9002 | 1679-6799) 

 

Última atualização: Agosto/2019

Last update: Agust/2019