Casa-criação: problemas espaciais na obra de artistas brasileiras da década de 1970

Autores

  • Paula Nogueira Ramos

DOI:

https://doi.org/10.37235/ae.n44.7

Palavras-chave:

Artistas brasileiras, Espaços de criação, Fotografia, Videoperformance, 1970

Resumo

Este ensaio está centrado na análise de obras performativas realizadas na década de 1970 pelas artistas brasileiras Iole de Freitas, Letícia Parente e Sonia Andrade. Ao transformar seus espaços de habitação em lugares de criação e experimentação artística, desafiam a separação moderna entre público e privado, assim como as definições sociais de gênero envolvidas nessa distinção. De modo expressivo e urgente, o uso que fazem dos aparatos fotográficos e videográficos revela experiências que envolvem seus corpos e a situação política do país.

Downloads

Publicado

2023-01-09