A Cabeça Calva de Deus, de Corsino Fortes: construção, poética e identidade

Avani Souza Silva

Resumo


Comprometido com a esperança para o povo e para o país, o poeta caboverdiano Corsino Fortes elabora uma poética utilizando os elementos do cotidiano das ilhas amalgamando-os à composição humana: pedra, fogo, chão, árvore, tambor, saliva, sangue, nervos, vulcão, músculos etc., e promovendo diversos diálogos intertextuais com escritores brasileiros, caboverdianos e com o poeta moçambicano Craveirinha. Analisaremos alguns aspectos de sua poética em A cabeça calva de Deus, à luz da noção de identidade de que fala Stuart Hall (2006) e de hibridação de que fala Canclini (2003).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Indexadores e bases bibliográfcias:
Google Scholar  LivRe  DRJI Base EZB  WorldCat Kubikat InfoGuide HNU 


Licença Creative Commons
A Revista Diadorim utiliza uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.