Governar pela crítica: O reformismo carcerário em Vigiar e Punir

José César de Magalhães Jr., Daniel Veloso Hirata

Resumo


O artigo propõe uma leitura de Vigiar e Punir assentada sobre a perspectiva do reformismo como uma forma de governo. Para tanto, à luz dos cursos publicados posteriormente ao livro e, sobretudo, da obra Vigiar e Punir, estabelece-se a necessidade de uma análise da dimensão estratégica de Michel Foucault. Por fim, procura-se discutir o que seria a proposta de uma contra crítica do reformismo liberalismo utópico.


Palavras-chave


Michel Foucault, Vigiar e punir, governo, reformismo, estratégia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Ao submeter um texto, o(s) autor(es) declara(m) aceitar todos os termos e condições da revista e cede(m) a ela os direitos de publicação impressa e digital. Os direitos autorais dos artigos publicados são do autor, porém com direitos da DILEMAS - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social sobre a primeira publicação.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

               

APOIO: