Recorridos frecuentes: Una perspectiva etnográfica sobre las interacciones de jóvenes en el barrio, las comisarías y los tribunales de justicia en Santiago Del Estero, Argentina.

Federico Medina

Resumo


Com uma abordagem e uma metodologia etnográfica, recorro à ideia de viagens frequentes para dar conta das diferentes concepções que se colocam na circulação dos jovens pelo campo penal juvenil, composto por três áreas espaciais diferentes e constantemente ligadas: o bairro, as seções policiais e os tribunais de Justiça. A ideia proposta destina-se a ser utilizada como um mapa para desvendar os diferentes sentidos locais de justiça, as concepções, moralidades e estereótipos que regem cada uma dessas áreas e explicitam as diferentes formas assumidas pelo exercício do poder punitivo por parte do Estado em certos setores sociais.

Palavras-chave


jovens, delito, etnografia, justiça, concepções

Texto completo:

PDF (Español (España))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank