Experiências sociais de familiares de pessoas desaparecidas: Competências para a dessingularização das demandas por justiça e modulações sociais das denúncias

Paula Marcela Ferreira França

Resumo


Em três casos de desaparecimentos de pessoas, são analisados os esforços de mães e familiares para inscrever socialmente suas demandas por justiça. Os significados que imprimem aos seus dramas e as soluções possíveis esboçadas para o enfrentamento dos problemas não se comunicam com as interpretações de agentes policiais e da Justiça. Essa ausência de comunicação é aqui observada no modo como mães e familiares articulam recursos práticos para o enfrentamento da perda e desenvolvem gramáticas políticas de mobilização.

Palavras-chave


desaparecimento de pessoas, justiça, problemas sociais, gramáticas políticas, comunicação social

Texto completo:

PDF XML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO: