Letalidade e ilegalismos de negócios em uma tríplice fronteira sul-americana: Primeira aproximação

Daniel Veloso Hirata

Resumo


Este artigo versa sobre as relações entre ilegalismos e letalidade por meio de pesquisas realizadas na cidade de Tabatinga – AM, localizada na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru. Inicialmente, são apontados três aspectos que recorrentemente aparecem associados para caracterizar Tabatinga como um lugar problemático: homicídios, mercados da cocaína e densidade institucional. Uma hipótese alternativa é formulada para re-situar a questão sob outros parâmetros empíricos-analíticos, buscando iluminar as redes político-econômicas que regulam o mercado da cocaína e produzem efeitos letais através do fenômeno da pistolagem e dos grupos de extermínio.

Palavras-chave


fronteira, Tabatinga, letalidade, mercados, ilegalismos

Texto completo:

PDF XML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank