A política nas margens da memória: Uma etnografia das cerimônias de rememoração oficial dos atentados de 11 março de 2004 em Madri

Gérôme Truc

Resumo


Traduzido por: Débora Bolsanello


O objetivo deste trabalho é apontar e compreender a dimensão política contida nos processos de construção da memória coletiva representados nos eventos de rememoração de grandes sofrimentos sociais. Por meio da observação etnográfica das cerimônias anuais oficiais nacionais ocorridas entre 2004 e 2009 para marcar o atentado terrorista ocorrido em Madri em 11 de março de 2004, quando 191 pessoas foram mortas, descrevem-se as formas de desacordo que emergiram nas margens dessas rememorações e que depois chegaram a seus centros.

 

The article Politics on the Fringes of Memory: An Ethnography of the Offi cial Memorial Ceremonies of the Terrorist Attacks of 11 March 2004 in Madrid aims to comprehend the political dimension involved in the collective memory construction processes represented through memorial ceremonies for tragedies. By means of ethnographic observation of the annual offi cial ceremonies held between 2004 and 2009 to mark the terrorist attacks in Madrid on 11 March 2004, which killed 191 people, we describe the forms of disagreement that emerged on the fringe of these memorial events.


Palavras-chave


rememoração, memória coletiva, atentados de Madri, terrorismo, 11 de Março

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO: