Segregação urbana e distribuição da violência: Homicídios georreferenciados no município do Rio de Janeiro

Patricia S. Rivero

Resumo


Este artigo é uma tentativa de identificar algumas das causas do elevado número de mortes violentas na cidade do Rio de Janeiro entre 2002 e 2006 por meio da análise dos dados georreferenciados das vítimas de homicídios. O texto comprova a existência de padrões de distribuição das mortes no território que delatam o aprofundamento da segregação social das populações das favelas mais populosas e dos bairros mais pobres, sendo os principais afetados pela concentração de vítimas, além da concentração do número de civis mortos pela polícia nessas áreas, tornando os territórios de pobreza locais onde a cidadania é escassa e não se cumpre com os direitos humanos fundamentais de respeito à vida e à segurança.

 

The article Urban Segregation and the Distribution of Violence: Georeferenced Murders in Rio de Janeiro represents an attempt to identify some of the causes of the high number of violent deaths in the city of Rio de Janeiro between 2002 and 2006, by means of georeferenced data analysis of homicide victims. The text proves that such deaths follow clear distribution patterns, demonstrating the depth of the social segregation. The most densely populated favelas and poorest areas of the city present the highest concentration of victims, as well as the highest concentration of civilians killed by the police, making these poor areas places where citizenship is bare and the fundamental human rights of respecting life and security are not upheld.


Palavras-chave


georreferenciamento, homicídios, violência, segregação, favelas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO: