Cultivos ilícitos, territorios y drogas en Latinoamérica: Perspectivas comparativas

Salvador Maldonado Aranda

Resumo


O artigo analisa, diante de algumas experiências latino-americanas, como se constroem determinadas economias regionais da droga. Particularmente, como e em que sentido se transformam territórios “ilegais”, em que se estabelece o narcotráfico, de que maneira os Estados intervêm mediante políticas públicas e quais são suas consequências. Argumentaremos que parte dos problemas de cultivo, processamento e distribuição de drogas se relacionam com um complexo processo de intervenção/abandono do Estado de regiões formadas por dinâmicas de colonização direcionada ou forçada, deslocamentos violentos e orientados para o mercado agrícola de exportação.

 

The article Illicit Crops, Territories and Drugs in Latin America: Comparative Perspectives reviews, in light of experiences in Latin America, how certain regional drug economies are built. In particular, how and in what sense there is a transformation of “illegal” territories where drugs trafficking is established; how the US intervenes through public policies and the consequences of such intervention. We shall argue that part of the problem of drug cultivation, manufacturing and distribution is related to a complex process of State intervention/abandonment of regions formed by directed or forced colonization dynamics; violent shifts directed at the agricultural export industry.

Keywords: territories, illegal economies, illicit crops, drugs trafficking, Latin America


Palavras-chave


territórios, economias ilegais, cultivos ilícitos, narcotráfico, América Latina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

             

APOIO:    

SCImago Journal & Country Rank