Vida nua e forma-de-vida em Giorgio Agamben e Karl Marx: Violência e emancipação entre capitalismo e estado de exceção

Pedro Dalla Bernardina Brocco

Resumo


O presente trabalho se concentra na investigação sobre as aproximações teóricas entre os trabalhos de Giorgio Agamben, em seu projeto Homo Sacer e os de Karl Marx, em uma tentativa de construir novas ferramentas analíticas para a problemática da violência e da emancipação social na contemporaneidade. A aproximação entre as duas obras se dará pela via dos conceitos de vida nua e de forma-de-vida, os quais, segundo a hipótese deste trabalho, seriam comuns a ambos. O objetivo será o de elaborar a articulação entre o conceito de forma-de-vida em Agamben e o de sociedade sem classes em Marx, com vistas a possíveis leituras da emancipação e da justiça social.

 

The article Naked Life and Form-of-Life in Giorgio Agamben and Karl Marx: Violence and Emancipation Between Capitalism and State of Exception investigates the theoretical relationship between Agamben and Marx, focusing on Agamben's Homo Sacer project. It is an attempt to build new analytical tools to the question of violence and social emancipation in contemporary societies. The approach between the two theories will be done by analyzing the concepts of bare life and form-of-life, which, per the hypothesis of this work, would be common to both. The objective would be the articulation of the concept of form-of-life in Agamben and the classless society in Marx, towards new possible approaches to emancipation and social justice.

Keywords: bare life, biopolitics, form-of-life, Giorgio Agamben, Karl Marx


Palavras-chave


vida nua, biopolítica, forma-de-vida, Giorgio Agamben, Karl Marx

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Dilemas - Revista de Estudos de Conflito e Controle Social

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

          

APOIO: 

SCImago Journal & Country Rank