Sindicalismo e Anarquismo: a perspectiva goldminiana em foco

Nilciana Alves Martins

Resumo


O presente artigo tem como objetivo principal compreender como o sindicalismo, enquanto estratégia, se relaciona com o anarquismo dentro da perspectiva goldminiana. Para cumprir tal tarefa, analisaremos o artigo “Syndicalism: It’s Theory and Practice”, escrito por Emma Goldman em 1913. E, buscando evidenciar a pluralidade de pensamento existente dentro da teoria anarquista, iremos comparar o pensamento de Goldman sobre essa questão com a de Pierre Monatte (1881-1960) e Errico Malatesta (1853-1932), refletindo assim sobre as aproximações e os distanciamentos existentes entre os três pensadores.


Palavras-chave


Emma Goldman; Pierre Monatte; Errico Malatesta; Sindicalismo Revolucionário; Anarquismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIOLI, Maurizio (2009), “The International Anarchist Congress, Amsterdam 1907”. Edmonton: Black Cat Press.

DAVIS, Angela (2016), “Mulheres, raça e classe”. São Paulo: Boitempo.

GOLDMAN, Emma (2010), “Sindicalismo: Sua Teoria e Prática”. São Paulo: Ateneu Diego Giménez.

MALATESTA, Errico (1891), “Sindicalismo: a crítica de um anarquista”. In: WOODCOCK, George. “Os grandes escritos anarquistas”. Porto Alegre: L&PM, 1981.

MONATTE, Pierre (1891), “Em defesa do Sindicalismo”. In: WOODCOCK, George. “Os grandes escritos anarquistas”. Porto Alegre: L&PM, 1981.

SCHMIDT, Michael e WALT, Lucien Van der (2009), “Black Flame: the revolutionary class politics of anarchism and syndicalism”. Oakland: Ak Press.

SILVA, Selmo Nascimento da. (2019) "O Sindicalismo Revolucionário: suas origens, princípios e programa". Revista Estudos Libertários (REL), ISSN 2675-0619, Rio de Janeiro, v.1, nº1, p.94-119.

TOLEDO, Edilene (2004). “Travessias Revolucionárias - Ideias e militantes sindicalistas em São Paulo e na Itália (1890-1945)”. Campinas: Editora da Unicamp.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Revista Estudos Libertários

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.