O PONTIFEX MAXIMUS: UMA LEITURA ACERCA DO PONTIFICADO MÁXIMO DE AUGUSTO (SÉCULO I A.C.)

Autores

  • Luciane Munhoz de Omena Profª. associada I da Faculdade de História e Programa de Pós-graduação em História/UFG.
  • Suiany Bueno Silva Doutoranda em História da Universidade Federal de Goiás, com financiamento da Capes e sob a orientação da Profª. Drª. Luciane Munhoz de Omena.

DOI:

https://doi.org/10.26770/phoinix.v24.2.n7

Palavras-chave:

Pontifex Maximus, poder, Augusto, Roma.

Resumo

Neste artigo, visamos à compreensão do pontificado na cidade de Roma. A partir disso, alicerçadas em bases documentais, como Cícero e Tito Lívio, investigaremos a relevância da participação e da interferência do Pontifex Maximus na urbs. Sabemos, pois, que tal cargo religioso garantia, sobretudo aos sacerdotes, amplos benefícios associados ao poder político, uma vez que o Pontifex determinava, por exemplo, locais de construções públicas. Nesse cenário sagrado, produziremos, então, reflexões críticas sobre a atuação de Augusto, em especial à época do ano 12 a.C. No referido período, o Princeps não apenas assumiu a administração do iusdiuinum, como se nota em suas Res Gestae, como também propalou imagens de guardião da religio; logo, o pontificado transformá-lo-ia em um governante piedoso e mantenedor dos mores maiorum da Res Publica.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2020-02-18

Como Citar

OMENA, Luciane Munhoz de; SILVA, Suiany Bueno. O PONTIFEX MAXIMUS: UMA LEITURA ACERCA DO PONTIFICADO MÁXIMO DE AUGUSTO (SÉCULO I A.C.). PHOÎNIX, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 124–141, 2020. DOI: 10.26770/phoinix.v24.2.n7. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/32380. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos