O ASNO DE OURO: UMA METÁFORA DA ESCRAVIDÃO

Autores

  • Sônia Regina Rebel de Araújo

Palavras-chave:

O Asno de Ouro, Metamorfoses, Escravos e animais, Metáfora, Romance latino, Clássicos.

Resumo

Este trabalho discute a ideologia da escravidão em O Asno de Ouro, um romance de Apuleio, mostrando que esta questão constitui um tema central. Algumas descrições da vida dos escravos, comparando-os com os animais, mostram suas observações incisivas sobre a condição da escravidão no Império. Em outras palavras, as aventuras ridículas de Lúcio, um cidadão romano acidentalmente transformado em um asno, resumem o mundo e a vida dos escravos no mundo romano. Nesse romance latino indecente e picaresco, são encontradas múltiplas divagações e estórias, nas quais animais e escravos dividem um destino comum.

Biografia do Autor

Sônia Regina Rebel de Araújo

Professora adjunta de História Antiga do Departamento de História e do Programa de Pós-graduação em História da UFF. Membro do Centro de Estudos Interdisciplinares da Antiguidade (CEIA)/UFF.

Downloads

Publicado

2020-07-24

Como Citar

DE ARAÚJO, Sônia Regina Rebel. O ASNO DE OURO: UMA METÁFORA DA ESCRAVIDÃO. PHOÎNIX, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 257–278, 2020. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/phoinix/article/view/33265. Acesso em: 24 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos