FAMÍLIA MONOPARENTAL FEMININA E POBREZA: uma abordagem histórica e social.

Antonia Ruana Barbosa de Oliveira, Luciene Ferreira Mendes de Carvalho

Resumo


Este artigo aborda a família monoparental feminina no que concerne à sua conceituação, a forma como ela vai sendo estudada historicamente e sua relação com a pobreza. Aqui se objetiva apontar os fatores que contribuem para o crescimento de famílias monoparentais femininas em situação de pobreza, no sentido de compreender os papeis das mulheres nesse tipo de família, como são vistas e tratadas na sociedade atual. Utilizou-se uma abordagem bibliográfica baseada em autores que tem como objeto de estudo as famílias em geral, as monoparentais, principalmente as monoparentais femininas.

 


Palavras-chave


família monoparental, família monoparental feminina. pobreza

Texto completo:

PDF

Referências


ACOSTA, Ana Rojas; VITALE, Maria Amalia Faller; CARVALHO, Maria do Carmo Brant de. Famílias Beneficiadas pelo Programa de Renda Mínima em São José dos Campos/SP: aproximações avaliativas. In: ACOSTA, Ana Rojas; VITALE, Maria Amalia Faller. (Org). Família: Redes Laços e Políticas Públicas. 5.ed. São Paulo: Cortez Editora, 2010. p. 137-163.

AZEREDO, Verônica Gonçalves. Entre Paredes e Redes: o Lugar da Mulher nas Famílias Pobres. 2010. Disponível em: . Acesso em: 09 de janeiro de 2017.

BRAIDO, Ingid Maria Bertolino. Família Monoparental e seus filhos - como o direito pode agir para dar condição de vida digna a essas crianças. Dissertação de mestrado. 2006. Disponível em: . Acesso em: 03 de março de 2017.

BRASIL, Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, dispõe sobre o estatuto da criança e do adolescente Brasilia: Congresso Nacional, 1990.

CARVALHO. L. Famílias Chefiadas por Mulheres. Revista Serviço Social e Sociedade. Número 57. Ano XIX. São Paulo: Cortez, 1998.

CAVALLIERI, A. As Novas Famílias. In: Debates Sociais. Família Ontem, Hoje, Amanhã. Seminário PUC. Rio de Janeiro. 1990.

CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Famílias e Domicílios: resultados da amostra. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. Disponível em: . Acesso em: 1 de março de 2017.

COSTA J. S. et al. A face feminina da pobreza: sobre representação e feminização da pobreza no Brasil. Texto para Discussão, n. 1.137. Brasília, nov. 2005.

DINIZ, Gláucia.R.S. Gênero, Casamento e Família: interações entre velhos e novos modelos e papéis. 2006. Disponível em: Acesso em: 01 de março de 2017.

GARBAR, C.; THEODORE, F. Família Mosaico. São Paulo: Augustus, 2000.

JUNQUEIRA, Luci; PROENÇA, Guimarães Nelson. Políticas Públicas de Atenção à Família. In: ACOSTA. R. A; VITALE. M. A. F. (Org). Família: Redes, Laços e Políticas Públicas. 5. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2010. P. 217 -- 227.

LEITE, Eduardo de Oliveira. Famílias monoparentais femininas: a situação de pais e mães separados e dos filhos na ruptura da vida conjugal. 2. ed. São Paulo: Ed. Revista dos tribunais, 2003

PRADO, D. O que é família. 2. ed. São Paulo: Brasiliense (Coleção Primeiros Passos), 2013.

SANTOS, Jonabio Barbosa dos; SANTOS, Morgana Sales da Costa. Família Monoparental Brasileira. 2008. Rev. Jur., Brasília, v. 10, n. 92, p.01-30, out./2008 a jan./2009. Disponível em: . Acesso em: 23 de janeiro de 2017.

SARTI, Cynthia A. Famílias Enredadas. In: ACOSTA. A.R; VITALE. M.A.F. (Org). Família: Redes, Laços e Políticas Públicas. 5 ed. PUC São Paulo: Cortez, 2010. p. 39 a 60

SOUSA, Rízia Passos de. Famílias e Pobreza no Brasil. 2011. In: V Jornada Internacional de Políticas Públicas. Estado, Desenvolvimento e Crise do Capital. Disponível em: . Acesso em: 20 de fevereiro de 2017.

TOLEDO. Laisa Regina Di Maio Campos. Famílias Chefiadas por Mulheres em Situação de Vulnerabilidade Social: um estudo na perspectiva de gênero. 2011. In: V Jornada Intervacional de Políticas Públicas. Estado, Desenvolvimento e Crise do Capital. Disponível em: . Acesso em: 24 de fevereiro de 2017.

VITALE, M. A. F. Famílias Monoparentais: Indagações. Revista Serviço Social e Sociedade. Número 71. Ano XXIII. São Paulo: Cortez, 2002.

WOORTMAN, Klass; WOORTMAN, Ellen F. Monoparentalidade e Chefia Feminina: Conceitos, Contextos e Circunstâncias. 2002. Disponível em: . Acesso em 02 de fevereiro de 2017.




Direitos autorais 2019 Revista Praia Vermelha

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.pt_BR