Revista Praia Vermelha



A Revista Praia Vermelha: Estudos de política e teoria social, cumprindo o compromisso historicamente assumido como um importante veículo de debate acadêmico, intercâmbio, difusão de ideias e da produção de conhecimento que permitam desvelar as contradições da realidade social no âmbito do Serviço Social e sua interlocução com áreas afins, através deste número pretende ampliar o debate, objetivando elucidar as novas configurações da realidade na qual a profissão está inserida. Assim, este número da Revista constituirá um Dossiê sobre o Projeto ético-político do Serviço Social, desafios e possibilidades de resistência no contexto de avanço do ultraconservadorismo e de regressão social.

O Dossiê se orienta a textos que interpretem, por um lado, a crise estrutural, a democracia e o neofascismo, a regressão dos direitos humanos, sociais, trabalhistas, políticos etc., bem como sobre as estratégias de resistência da esquerda diante do avanço do ultraconservadorismo, do moralismo e do neofascismo. Finalmente, artigos que se debrucem sobre a reflexão dos desafios e resistência para o Serviço Social e seu Projeto Ético-Político.

Outrossim, propõe que se apresentem artigos sobre o papel relevante da classe trabalhadora na luta por seus direitos trabalhistas, sociais e humanos, civis e políticos, e do poder público na sua garantia, bem como na resposta por via de Políticas e Serviços Sociais estatais constitutivos de direitos dos cidadãos.

A crise estrutural do capital vem produzindo transformações em todas as esferas da vida social que conduzem à barbarização e à destruição da natureza, à derruição de direitos e conquistas civilizatórias e das liberdades democráticas. É neste quadro que surge e ressurge o ultraconservadorismo, muitas vezes atrelado a tendências moralistas, irracionalistas e até neofascistas.

Em direção contrária, o Serviço Social, no seu processo de renovação crítica, construiu um projeto profissional que colide frontalmente com o conservadorismo e suas várias expressões. Tal projeto sustenta-se em fundamentos teórico-metodológicos e ético-políticos que afirmam a liberdade, a democracia, a igualdade e a justiça social. Funda-se no caminho do combate a qualquer forma de discriminação, submissão, injustiça e no enfrentamento às diversas formas de exclusão, dominação e exploração.

O cenário contemporâneo, portanto, é marcado por forte ameaça a estes princípios e fundamentos, motivo pelo qual se torna um desafio a assistentes sociais, pesquisadores e profissionais de áreas que se ocupem da dinâmica da sociedade produzir conhecimentos capazes de desvelar essa realidade e propor estratégias de intervenção.

Carlos Montaño
Janete Luzia Leite
Yolanda Guerra
(COMISSÃO EDITORIAL)

---

SUBMISSÕES DE ARTIGOS EXCLUSIVAMENTE PELA PLATAFORMA OJS

Após seu cadastro na plataforma, acesse PÁGINA DO USUÁRIO -> AUTOR, e inicie o processo de submissão.

Orientações indispensáveis: acesse as diretrizes para autores.

Ainda com dúvidas sobre cadastro ou submissão de artigos?
Escreva para f.marinho@ess.ufrj.br ou ligue para (55)(21)3938-5386.

---

CONTATOS:

Fábio Marinho Editor Técnico e Designer Editorial
- Programação visual
- Produção gráfica
- Acesso do usuário, chamadas e submissão de artigos na plataforma da Revista Praia Vermelha
- Provas editoradas
- Declarações para pareceristas e autores
- Outros
 
Jessica Cirrota Editora Técnica
- Acompanhamento do fluxo editorial dos artigos submetidos (autores, comissões editoriais e pareceristas)
- Outros

Andréa Garcia Tippi Revisora
- Revisão textual