NOTAS SOBRE ALIENAÇÃO E FETICHISMO EM MARX

Jéssica Ribeiro Duboc

Resumo


O presente artigo se propõe a apresentar o desenvolvimento da categoria alienação no pensamento marxiano. Nossa investigação parte das reflexões contidas nos Manuscritos Econômicos-Filosóficos de 1844, nos Manuscritos de 1857 -1858 e n'O Capital. Compreendemos que a teoria da alienação desenvolvida por Marx, nos Manuscritos de 1844, adquire ao longo da sua crítica à economia política e, também, do desenvolvimento do modo de produção capitalista, expressões inéditas. Tais expressões conformam o que Marx denomina de fetichismo da mercadoria, a manifestação particular da alienação nos moldes da sociabilidade burguesa desenvolvida.


Palavras-chave


Marx; Alienação; Fetichismo

Texto completo:

PDF

Referências


IASI, Mauro. Alienação e ideologia: a carne real das abstrações ideais In: Marcos Del Roio. (Org.). Marx e a dialética da sociedade civil. Marília SP: Cultura Acadêmica, 2014, v. 1, p. 95-124.

MANDEL, Ernest. A formação do Pensamento Econômico de Karl Marx: de 1843 até a redação de O Capital. Rio de Janeiro: Zahar editores, 1968.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

____________. Grundrisse. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2011.

____________. Cadernos de Paris; Manuscritos econômicos-filosóficos. São Paulo: Expressão Popular, 2015.

____________; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MÉZÁROS, Itsván. A teoria da alienação em Marx. São Paulo: Boitempo, 2016.

MUSTO, Marcello. “Revisitando a concepção de alienação em Marx” In: Marcos Del Roio. (Org.). Marx e a dialética da sociedade civil. SP: Cultura Acadêmica, 2014, v. 1, p. 95-124.

NETTO, José Paulo. Da recepção dos Manuscritos de 1844. In: BRAZ, Marcelo. (Org). Ensaios de um marxista sem repouso. -- São Paulo: Cortez, 2017.

________________. “Marx em Paris” In: PAULO NETTO, J. (Org.). Cadernos de Paris & Manuscritos econômico-filosóficos de 1844. São Paulo: Expressão Popular, 2015, v. 1, pgs. 9-178

________________. Capitalismo e reificação. São Paulo: Editora Ciências Humanas, 1981.




Direitos autorais 2019 Revista Praia Vermelha

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.pt_BR