Apontamentos críticos sobre “As 23 teses pela Reforma do Serviço Social Brasileiro”

Gessyca;Dandara;Alexandre; Thais; Jady Andrea;Oliveira; José; Pires; Santos Baracho; Albuquerque; dos Santos; Oliveira; Pinho

Resumo


Resumo: O presente artigo tem como objetivo revelar a presença do neoconservadorismo na produção teórica do Serviço Social intitulada "As 23 teses pela Reforma do Serviço Social Brasileiro", contrapondo-a com base na teoria social crítica hegemônica na profissão. Para tanto, adotou-se como metodologia a revisão de literatura no sentido de embasar as críticas ao conteúdo expresso no documento em questão. Concluímos que as teses propostas vão de encontro ao saber científico construído dialeticamente na categoria e corroboram para o retorno ao tradicionalismo alinhado à perspectiva pragmática da atuação profissional.


Palavras-chave


Conservadorismo; Prática Profissional; Serviço Social.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREO, A. C. S. B. de; FÁVARO, C.R. Demandas de Serviço Social no setor empresarial. Serv. Soc. Rev., Londrina, v. 4, n. 1, p. 45-57, jul./dez. 2001. Disponível em: Acesso em: 23 jun. 2018.

BARROCO, Maria Lúcia S. Não passarão! Ofensiva neoconservadora e Serviço Social. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 124, p. 623-636, out./dez. 2015.

BARROCO, Maria Lúcia S. Barbárie e neoconservadorismo: os desafios do projeto ético-político. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 106, p. 205-218, abr./jun. 2011.

CONSELHO FEDERAL DE SERVI??O SOCIAL-CFESS. Serviço Social e Reflexões Críticas sobre Práticas Terapêuticas. 2010.Disponível em Acesso em 20 de junho de 2018.

CONSELHO FEDERAL DE SERVI??O SOCIAL-CFESS. Código de ??tica Profissional do Assistente Social e Lei 8662/93 que regulamenta a profissão do Assistente Social. Brasília: CFESS, 1993. Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2018.

FORTI, V. L. Pluralismo, Serviço Social e projeto ético-político: um tema, muitos desafios. Rev. katálysis vol.20 no.3 Florianópolis set./dez. 2017. Disponível em: Acesso em: 24 jun, 2018.

GUERRA, Yolanda Aparecida Demetrio. Expressões do pragmatismo no Serviço Social: reflexões preliminares. R. Katál., Florianópolis, v. 16, n. esp.,p. 39-49, 2013.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. Serviço Social em Tempo de Capital Fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. São Paulo: Cortez, 2007.

IAMAMOTO, Marilda Vilela. Serviço Social em Tempo de Capital Fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 9ª ed. São Paulo: Cortez, 2015.

IAMAMOTO, Marilda Villela O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional!. - 3. ed. - São Paulo, Cortez, 2000.

NETTO, José Paulo. A construção do Projeto ??tico-Político do Serviço Social. In: MOTA, Ana Elizabete et al (Org.). Serviço Social e saúde: Formação e trabalho profissional. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2009. Cap. 1. p. 141-160.

SANTOS, Cláudia Mônica dos. Do conhecimento teórico sobre a realidade social ao exercício profissional do assistente social: desafios da atualidade (2016).

SILVA, J. F.S da. Serviço Social e Contemporaneidade: afirmação de direitos e emancipação política? Rev. Ciências Humanas. UNITAU. BRASIL ??? vol. 1, n°. 2, 2008.

SOUSA, R. S de; CASTRO, A. G. Movimentos Sociais, Direitos Humanos e Serviço Social no Brasil. Florianópolis: Congresso Catarinense de Assistentes Sociais, 2013.

ZACARIAS, Inez Rocha. A Influência da Teoria Marxiana no Trabalho do Assistente Social. Porto Alegre, 2013.




Direitos autorais 2021 Revista Praia Vermelha

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.