Os equipamentos públicos de esporte e lazer Vilas Olímpicas, diante de um cenário de megaeventos esportivos na cidade: avanços ou retrocessos?

Camila Leite da Silva

Resumo


O presente artigo abordará a trajetória recente das políticas públicas de esporte e lazer voltadas para a população pobre da cidade do Rio de Janeiro. Neste caso terá como foco de análise a política pública de esporte e lazer que institui as Vilas Olímpicas, e procurará conhecer as possibilidades e os desafios para implementação dessa política na garantia dos direitos da população que “utiliza a cidade”. Por fim, este artigo refletirá a situação desses equipamentos públicos de esporte e lazer em pleno processo de revitalização da cidade para sediar megaeventos esportivos.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Haroldo. Revista Proposta, n° 36. Rio de Janeiro. FASE. P.36. in: Coelho, Frankllin Dias, História Urbana e Movimentos Sociais: o movimento de reforma urbana (1950-1990), Tese de doutorado, Niterói:UFF, 1996, p.158.

BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos. Tradução da Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 2004.

BONNENFANT, R. La modernisation des Équipements et Installations Sportifs. AIRES:Association pour L'Information et la Recherche sur Équipements de Sport et de Loisir,Édition de la Lettre du Cadre Territorial, 2001.

BORJA, J.;Forn, M. de. Políticas da Europa e dos Estados Unidos para as cidades. Espaço & Debates, São Paulo, Núcleo de Estudos Regionais Urbanos, 39, p. 33-47, 1996.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

____. Estatuto da Cidade: Lei 10.257/2001 que estabelece diretrizes gerais da política urbana. Brasília, Câmara dos Deputados, 2001, 1a Edição.

BRUM, Cristina dos Santos. Qual o legado do Pan Rio 2007? RIO MÍDIA, Rio de Janeiro,set. 2007. Disponível em:. Acesso em: 03.out.2007.

CALDEIRA, César (org.) “Crime organizado e política de segurança pública no Rio de Janeiro”. Revista Arché, Faculdade de Direito/Ucam, Vol. VII, n° 19, 1998.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. Espaço-Tempo na Metrópole: a fragmentação da vida cotidiana. São Paulo: Contexto, 2001.

DAMATTA, R. Esporte na Sociedade: um ensaio sobre o futebol. In: DAMATTA, R. et al. (Orgs.). Universo do futebol: esporte e sociedade brasileira. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1982. P. 19-41

GONÇALVES, Maria Alice Rezende. A Vila Olímpica da Verde-e-Rosa.Rio de Janeiro; FGV, 2003.

GRAMSCI, Antonio (2001). Cadernos do Cárcere. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira (Vo. 1, 2, 3, 4).

HARVEY, D. Do gerenciamento ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço & Debates, São Paulo, Núcleo de Estudos Regionais Urbanos, 39, p. 48-64, 1996.

____. Las ciudades fragmentadas. Pagina 12, Buenos Aires, 23 mar. 1997.

Instituto Pereira Passos - Secretaria Municipal de Urbanismo do Rio de Janeiro. Site: www.armazemdedados.rj.gov.br/morei2000 -- Módulo de Recuperação de Informações do Censo Demográfico de 2000 do IBGE. Acesso em: 03/07/2011.

JACOBS, Jane, Morte e Vida de Grandes Cidades, SP: Martis Fontes, 2011, p.157-195.

KOGA, Dirce HarueUeno. Medidas de Cidades: entre territórios de vida e territóriosvividos. São Paulo: Cortez, 2003.

LEFEBVRE, Henri, O Direito à Cidade”, SP: Ed. Moraes, 1991. Pgs. 103-135

MACHADO DA SILVA, L. A. Vida sob cerco: violência e rotina nas favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008.

MACHADO, Tibério Costa José. 2012. O Impacto de um Projeto Sócio Esportivo na Comunidade da Vila Kennedy. Disertación Académica en Ciencia del Movimiento Humano (Maestría) -- UAA, 2012

MADRUGA, Djan. Megaeventos Esportivos como Gestão de Custos Oportunidade. In: Legados de Megaeventos Esportivos Editores: Lamartine DaCosta, Dirce Corrêa, Elaine Rizzuti, Bernardo Villano e Ana Miragaya Brasília: Ministério do Esporte, 2008.

MARSHALL, T.H. Cidadania, classe social e status. Trad. Meton Porto Gadelha. Rio de Janeiro: Ed. Zahar, 1967.

Mapa da Violência 2013; disponível em: http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2013; acesso em: 13/05/2014.

MELO, Marcelo de Paula. Esporte e juventude pobre: políticas públicas de lazer na Vila Olímpica da Maré. Campinas, SP: Autores Associados, 2005 (Coleção educação física e esportes).

OLIVEIRA, M. P. de. O Retorno à Cidade e Novos Territórios de Restrição à Cidadania - 2ª Edição. In: Docentes do Programa de Pós-graduação em Geografia da UFF, 2011.

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Disponível em http://www.rio.rj.gov.br/web/smel/listaconteudo?search-type=vilasolimpicas; acesso em: 03/10/2012.

PREUSS, Holger. Economics of the Olympic Games.Walla Press, 2000.

PUC-Rio. Projeto Social Vila Olímpica Clara Nunes. Puc-Rio, 2013.

RAEDER, Sávio. Jogos e cidades: ordenamento territorial urbano em grandes eventosesportivos. Dissertação (Mestrado) -- Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.

RIO DE JANEIRO (2001 b). Prefeitura. “Resolução n. 025 de 12 de janeiro de 2001. Apresenta as novas diretrizes que fundamentam a atuação da SMEL e dá outras providências”. Diário Oficial do município do rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 12 jan., p.10.

RIO DE JANEIRO (Município). Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - SMEL. Manual das Vilas Olímpicas da Prefeitura do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMEL. 2006.

____. Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - SMEL. Dossiê das Vilas Olímpicas da Prefeitura do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMEL. 2011.

____. Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - SMEL. Relatório Político -- Social das Vilas Olímpicas da Prefeitura do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: SMEL. 2011.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. Paulo: Hucitec, 1988.

____. Por uma outra globalização - do pensamento único à consciência universal. São Pauto: Record, 2000.

____.Território, Territórios - Ensaios sobre o Ordenamento Territorial. 3ª ed. Rio de Janeiro / Niterói: DP&A / PPGEO-UFF, 2011.

____. O Espaço do Cidadão. 7ª Ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

____. O País distorcido: o Brasil, a globalização e a Cidadania. São Paulo: Publifolha, 2002.

www.observatoriodasmetropoles.ufrj.br/produtos/produto_mc_2.pdf; acesso em: 28/05/2014.

http://www.rio.rj.gov.br/web/sesqv/exibeconteudo?article-id=126402; acesso em 26/05/2014.




Direitos autorais 2016 Revista Praia Vermelha

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.pt_BR