Valores Éticos e os Desafios da Prática Profissional dos Assistentes Sociais nos CRAS - RJ

Marilene Coelho

Resumo


O artigo em tela apresenta parte dos estudos realizados para averiguar os valores e princípios objetivados no exercício profissional dos assistentes sociais inseridos nos Centros de Referência de Assistência Social no Rio de Janeiro. A concepção que norteia os procedimentos metodológicos é o materialismo histórico-dialético, que apreende a forma de ser do ser social em sua totalidade e processualidade contraditória. A investigação ocorreu por meio de estudo bibliográfico, análise documental e pesquisa de campo, com  aplicação de questionários.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Política Nacional de Assistência Social. Brasília, 2004.

FREDERICO, Celso. Classe e lutas sociais. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009.

IAMAMOTO, Marilda; CARVALHO Raul. Relações sociais e serviço social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. São Paulo: Cortez, Celats, 1982.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. De Regis Barbosa e Flavio R. Kothe. 3. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

NETTO, José Paulo. Razão, ontologia e práxis. Serviço Social & Sociedade. São Paulo: Cortez, ano 15, n. 44, p. 26-42, abr. 1994.

____. Para a crítica da vida cotidiana. In: NETTO, J.P. e FALCÃO, Maria do Carmo. Cotidiano Conhecimento e crítica. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

Pesquisa de Campo. Coelho, M. Valores, princípios, objetivação e o papel da consciência na prática profissional do assistente social.




Direitos autorais 2017 Revista Praia Vermelha

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.pt_BR