Políticas Sociais no Capitalismo e a Contrarreforma do Estado... Uma história sobre a perda de direitos no Brasil

Hiago Trindade de Lira Silva

Resumo


O artigo que ora apresentamos ao público é fruto de uma revisão de literatura e objetiva trazer à tona reflexões que nos permitam pensar e analisar a trajetória histórica e político-econômica das políticas sociais, dando ênfase para a sua constituição, enquanto padrões de proteção social gestados a partir das relações estabelecidas entre sociedade política e sociedade civil, bem como para os contornos que as mesmas ganham na particularidade brasileira, sobremaneira, com a continuidade e aprofundamento do processo de contrarreforma do Estado no tempo mais recente, parametrado pela emergência do Partido dos Trabalhadores no cenário político-institucional de nossa sociedade.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, P. Balanço do Neoliberalismo. In. SADER, E.; GENTILI, P. (Orgs.). Pós-neoliberalismo: as políticas sociais e o Estado democrático. 4. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

ANFIP. Análise da Seguridade Social 2010. Disponível em: http://www.anfip.org.br/publicacoes/livros/includes/livros/arqs-pdfs/analise2010.pdf. Acesso em: 05 Ago. 2013.

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho -- ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 10.ed. São Paulo: Boitempo, 2009.

BEHRING, E. Fundamentos de Política Social. In. MOTA A. E. (Org.) Serviço Social e Saúde: formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez, 2006. p. 13-39.

____. Política Social no Capitalismo Tardio. 3ed. São Paulo: Cortez, 2007.

____. Brasil em Contra-Reforma: desestruturação do Estado e perda de direitos. 2ed. São Paulo: Cortez, 2008.

BEHRING, E.; BOSCHETTI, I. Política Social: fundamentos e história. 6.ed. São Paulo: Cortez, 2009 (Biblioteca Básica de Serviço Social, v.2.).

BOSCHETTI, I. Seguridade Social e projeto ético político do Serviço Social: que direitos para qual cidadania? In: Serviço Social e Sociedade. São Paulo, Cortez: n. 79, p. 108-132, 2004.

____. Os custos da crise para a política social. In: BEHRING, E.; SANTOS, S. M. M. MIOTO, R. C. T. (Orgs). Capitalismo em crise: política social e direitos. São Paulo: Cortez, 2008. p. 64-85

COUTINHO, C. N. Marxismo e Política: a dualidade de poderes e outros ensaios. 3.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

____. A teoria “ampliada” do Estado. In: COUTINHO, C. N. Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1992. p. 73-88.

DRU dá ‘margem de manobra' ao governo diante da crise, diz Dilma. G1 Economia. Brasília, 11 Nov. 2013. Disponível em: http://g1.globo.com/economia/noticia/2011/11/dru-da-margem-de-manobra-ao-governo-diante-da-crise-diz-dilma.html. Acesso em: 25 Jul. 2013.

ENGELS, F. Prefácio a 3ª edição alemã de 1885 de “O 18 Brumário de Luis Bonaparte”. In: Coleção os pensadores. Karl Marx, 4.ed. São Paulo: Nova cultural, 1987-1988.

FAGNANI, E. A política social do governo Lula (2003-2010): perspectiva histórica. In: Revista SER Social, Brasília, v. 13, n. 28, p. 41-80, jan./jun. 2011.

FALEIROS, V. P. O que é Política Social. São Paulo: Brasiliense, 1986.

FERNANDES, F. A revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. Rio de Janeiro: Editora Guanabara, 1974, p. 289-366.

HARVEY, D. O Neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Ed. Loyola, 2008.

IAMAMOTO, M. V. Serviço Social em Tempo de Capital Fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 5.ed. São Paulo: Cortez, 2011.

LENIN, V. I. O Estado e a Revolução: o que ensina o marxismo sobre o Estado e o papel do proletariado na revolução. Tradução revista por Aristides lobo. 1.ed. São Paulo: Expressão Popular, 2007.

MDS. Programa Bolsa Família. Disponível em: http://www.mds.gov.br/bolsafamilia. Acesso em: 27 jul. 2013.

MARX, K. A miséria da filosofia. 2.ed. Global, 1985.

____. ENGELS, F. Manifesto do Partido Comunista. Pocketedition: 1999.

MAZZEO, A. C. Estado e burguesia no Brasil (origens da autocracia burguesa). São Paulo: Cortez, 1997.

MÉSZÁROS, I. A crise estrutural do capital. São Paulo: Boitempo, 2009.

MOTA, A. E. MARANHÃO, C. H. SITCOVSKY, M. O Sistema Único de Assistência Social e a formação profissional. In: Serviço social e sociedade. São Paulo: Cortez, n. 87, p. 142-157, 2006.

NETTO, J. P. Capitalismo Monopolista e Serviço Social. 6ed. São Paulo: Cortez, 2007.

____. Ditadura e Serviço Social: uma análise do Serviço Social no Brasil pós-64. 16.ed. São Paulo: Cortez, 2011

OLIVEIRA, F. BRAGA, R. RIZEK, C. (Orgs.). Hegemonia às avessas: hegemonia, política e cultura na era da servidão financeira. São Paulo: Boitempo, 2010.

PEREIRA, P. A. P. As vicissitudes da pesquisa e da teoria no campo da política social. Revista SER Social n. 09, p. 77-91 Brasília, Jul./Dez. 2001.

____. Abordagens teóricas sobre o Estado em sua relação com a sociedade e com a política social. In: PEREIRA, P. A. P. Política Social: temas & questões. São Paulo: Cortez, 2008.

PRADO JÚNIOR, C. Formação do Brasil Contemporâneo. Brasiliense: s/a.

TANEZINI, T. C. Z. Parâmetros Teóricos e metodológicos para análise de políticas sociais. In: Ser Social. n. 14, p. 13-44, jan./jun. 2004.

WOOD, E. M. DEMOCRACIA CONTRA CAPITALISMO: a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2003.




Direitos autorais 2017 Revista Praia Vermelha

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/deed.pt_BR