Maracatucá?! Maracatu!:

Uma prática pedagógica em Dança nos anos iniciais do Ensino Fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.58786/rbed.2023.v1.n3.59035

Palavras-chave:

Dança/Educação, Ensino da Dança Antirracista, Cortejo de Maracatu, Relato de experiência,

Resumo

O presente texto tem como objetivo compreender o impacto do Ensino da Dança com o Cortejo de Maracatu desenvolvido na Escola Municipal Padre Leonel da Franca, com turmas do Ensino Fundamental (anos iniciais), no segundo semestre de 2022. Desse modo, organizamos este escrito em dois batuques: (1) A cultura afro-brasileira e os documentos da educação do Ensino Fundamental (anos iniciais) da Paraíba, e (2) Os processos de ensino-aprendizagem em Dança e o Cortejo de Maracatu. Em seguida, refletimos acerca da experiência com as práticas pedagógicas em dança, no Cortejo de Maracatu. Com a efetivação deste estudo, acreditamos que a inserção dessa manifestação negra na instituição de educação formal pode indicar caminhos para pensarmos tanto numa Eduação Antirracista em Dança, como no enfrentamento ao imaginário social, o qual restringe às pessoas negras a trajetória violenta da escravização.

Biografia do Autor

Wagner Leite dos Santos, Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, Brasil.

Artista-docente da Dança, Licenciando em Dança pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Residente pedagógico em Dança no subprojeto Dança/Teatro do Programa Residência Pedagógica - UFPB. Integrante do Grupo de Pesquisa Cena Preta - Quilombo. Tenho interesse em pesquisar sobre: Ensino da Dança Antirracista, o Corpo Negro na Dança, a relação entre Dança, Identidade e Educação.

Alexsander Barbozza da Silva, Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, Brasil.

Artiste-docente da Dança, Doutorande e Mestre em Dança pelo Programa de Pós-graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia (PPGDanca/UFBA), Especialiste em Arte-Educação pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI) e Licenciade em Dança pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Atuo como professore substituto no Curso de Licenciatura em Dança da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e de Dança/Arte na Escola de Referência de Ensino Médio Aníbal Fernandes (EREMAFE- Recife). Tenho me dedicado à pesquisas sobre a Histórias dos processos de ensino-aprendizagem em Dança para âmbito escolar brasileiro, Currículo e Formação inicial de docentes em Dança.

Referências

Associação de Maracatu Nação Pé de Elefante. Paraíba Criativa, João Pessoa, 2020. Disponível em: <https://www.paraibacriativa.com/artista/associacao-de-maracatu-nacao-pe-de-elefante/>. Acesso: 20 mai. de 2023.

AKOTIRENE, Carla. Interseccionalidade. São Paulo: Sueli Carneiro; Editora Jandaíra, 2020. (Feminismo Plurais/ coordenação Djamila Ribeiro).

BRASIL. Lei 11.645/08 de 10 de março de 2008. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília. Disponível em:<https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm>. Acesso: 20 mai. de 2023.

CRENSHAW, Kimberlé. Documento para o Encontro de Especialistas em aspectos da discriminação racial relativos ao gênero. Revistas Estudo Feminista: Florianópolis. v. 10, n 1, 2002. Disponível: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2002000100011>. Acesso: 20 mai. de 2023.

FIALHO, Laís Azevedo. O Maracatu como Ferramenta Política e Descolonização da Cultura. Revista do Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-Brasileiros: Paraná. V. 1, n. 01, 2017. Disponível em: <http://sites.uem.br/neiab/revista-neiab/3-2.pdf>. Acesso: 20 mai. de 2023.

hooks, bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. Trad. Marcelo Brandão Cipolla. - 2ª ed. - São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

hooks, bell. Escrever além da raça: teoria e prática. Trad. Jess Oliveira. São Paulo: Elefante, 2022.

LIMA, Ivaldo Marciano de França. A distinção dos dois tipos de maracatus: a invenção de um conceito. Revista Afro-Ásia: Salvador, n. 61, 2020. Disponível em: <https://periodicos.ufba.br/index.php/afroasia/article/view/29628>. Acesso: 20 mai. de 2023.

MARQUES, Isabel Azevedo. Interações: criança, dança e escola. Coordenadora: Josca Ailine Baroukh; Organizadora: Maria Cristina Carapeto Lavrador Alves. - São Paulo: Blucher, 2012b. (Coleção InterAções).

NOGUEIRA, Sidnei. Intolerância Religiosa. São Paulo: Sueli Carneiro; Pólen 2020. (Feminismos Plurais - coordenação de Djamila Ribeiro).

PARAÍBA. Proposta Curricular do Estado da Paraíba: Educação Infantil e Ensino Fundamental. - Paraíba Educa -, 2018. Disponível: <https://pbeduca.see.pb.gov.br/p%C3%A1gina-inicial/propostas-curriculares-da-para%C3%ADba>. Acesso: 20 mai. de 2023.

SALGUEIRO, Lais. Dança do Maracatu - Aprendendo suas formas com Mestre Mauricio. Antropolítica - Revista Contemporânea de Antropologia, v. 1, n. 40, p. (128-155), Abr, 2022. Disponível em: <https://periodicos.uff.br/antropolitica/article/view/41779>. Acesso: 20 mai. de 2023.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. 15ª ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

SOUSA, Heloisa de. Maracastelo: a história de um coletivo de cultura em João Pessoa. Brasil de fato. Paraíba: João Pessoa, 2019. Disponível em: <https://www.brasildefatopb.com.br/2019/11/29/maracastelo-a-historia-de-um-coletivo-de-cultura-em-joao-pessoa#:~:text=O%20Maracastelo%20%C3%A9%2C%20al%C3%A9m%20de,de%20Moradores%20do%20Castelo%20Branco>. Acesso: 20 mai. de 2023.

Publicado

2023-09-02 — Atualizado em 2024-05-09

Versões

Como Citar

SANTOS, Wagner Leite dos; BARBOZZA DA SILVA, Alexsander. Maracatucá?! Maracatu!: : Uma prática pedagógica em Dança nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Revista Brasileira de Estudos em Dança, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 240–261, 2024. DOI: 10.58786/rbed.2023.v1.n3.59035. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rbed/article/view/59035. Acesso em: 16 jun. 2024.