ANÁLISE DOS SINTOMAS MOTORES NA DOENÇA DE PARKINSON EM PACIENTES DE HOSPITAL TERCIÁRIO DO RIO DE JANEIRO

Mariana Spitz, Vitória Tinoco, Fernando Menezes, João Santos Pereira

Resumo


A doença de Parkinson (DP) é a segunda doença neu-rodegenerativa mais comum. Caracteriza-se clinicamente por tremor de repouso, rigidez, bradicinesia e instabilidade postural. O presente estudo busca caracterizar clinicamente uma população com DP em nosso meio. Objetivos: Descrever o perfil clínico de pacientes com DP de um hospital terciário do Rio de Janeiro, com foco nos sinais e sintomas motores da doença, para caracterização local da mesma. Métodos: Análise retrospectiva de 115 prontuários de pacientes com DP acompanhados no ambulatório de Distúrbios do Movimento do Hospital Universitário Pedro Ernesto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Os parâmetros avaliados incluíram: idade, sexo, tem-po de doença, sinais motores predominantes, dimídio mais afetado, complicações motoras e tratamento utilizado. Resultados: Foram selecionados 95 participantes com DP, sendo a média de idade da amostra de 64,7 anos, com tempo médio de doença de 9,9 anos, pre-dominando no sexo masculino, em uma proporção de 2.5 homens para 1 mulher. Em relação ao tratamento utilizado, predominou o uso da levodopa /inibidor da dopa-descarboxilase, seguindo-se o pramipexole em monoterapia ou a associação de ambos. Conclusão: Apesar da grande variação na faixa etária, observou-se maior acome-timento da doença entre 60 e 80 anos, chamando atenção o tremor como sinal predominante. Entre as complicações motoras destaca-mos o “wearing off”, seguido pelas discinesias

Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.