PREVALÊNCIA DO TREMOR ESSENCIAL EM POPULAÇÃO EXPOSTA OCUPACIONALMENTE A AGROTÓXICOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Marlos Fábio Alves de Azevedo, Ana Cristina Simões Rosa, Sergio Rabello Alves, Ariane Leites Larentis, Maria de Fátima Moreira, Liliane Reis Teixeira, Paula Sarcinelli, Rita de Cássia Oliveira da Costa Mattos, Armando Meyer

Resumo


O tremor essencial é um dos distúrbios de movimento
mais frequentes em adultos. Objetivo: Estimar a prevalência de
tremor essencial em um grupo de guardas de endemia expostos
cronicamente a agrotóxicos, identificar seus municípios de lotação
e os principais inseticidas e larvicidas aplicados. Método: Estudo
transversal descritivo e inferencial com dados obtidos de prontuários
médicos dos guardas de endemias oriundos da Fundação Nacional
de Saúde (Funasa), que buscaram atendimento no Ambulatório de
Neurotoxicologia Ocupacional e Ambiental do Cesteh/Ensp/Fiocruz
no período entre agosto/2010 a setembro/2012. Resultados: Foram
analisados 383 registros. A estimativa da prevalência de tremor
essencial foi de 14,4% (IC95%: 10,9 -- 17,9). Foram identificados 19
municípios de lotação e 12 princípios ativos aplicados. Conclusão:
Observou-se elevada prevalência de tremor essencial nesta amostra.
Limitações no desenho devem ser consideradas, sendo necessário
avaliar seus resultados com cautela.


Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.