NEUROINFLAMAÇÃO NA ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA

Laura de Godoy Rousseff Prado, Érica Leandro Marciano Vieira, Natália Pessoa Rocha, Vitor de Godoy Rousseff Prado, Leonardo Cruz de Souza, Antônio Lúcio Teixeira

Resumo


A esclerose lateral amiotrófica (ELA) esporádica é uma doença neurodegenerativa
que acomete o neurônio motor. Sua etiologia ainda não foi totalmente esclarecida e é considerada multifatorial. O objetivo desse trabalho é fazer uma revisão narrativa sobre os mecanismos fisiopatológicos da ELA esporádica, com foco no papel da neuroinflamação, além de descrever estudos envolvendo a pesquisa de biomarcadores de diagnóstico e prognóstico. O processo de neuroinflamação na ELA é considerado secundário às alterações que levam à morte neuronal, podendo influenciar na taxa de progressão da
doença. Existem diversos estudos sobre o perfil dos fatores inflamatórios
na ELA, por vezes com resultados contraditórios, reforçando a dificuldade de análise desses fatores num organismo dinâmico. Ainda assim, no contexto da ELA, o estudo de possíveis biomarcadores diagnósticos e/ou prognósticos é válido e de grande interesse, pois permitiria um avanço nos ensaios clínicos que buscam novos tratamentos, bem como na condução e planejamento de cada caso.


Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.