NÍVEL DE COMPROMETIMENTO MOTOR E DEGLUTIÇÃO EM PACIENTES COM PARALISIA CEREBRAL

Carolina Castelli Silvério, Maria Inês Rebelo Gonçalves

Resumo


Introdução: as condições motoras orais de pacientes com paralisia cerebral (PC), incluindo a função de deglutição, apresentam influência de diversos aspectos, dentre estes o comprometimento motor global. O Gross Motor Function Classification System (GMFCS) compreende o sistema mais utilizado na classificação das condições motoras globais desses pacientes. Um conhecimento mais amplo da influência das condições motoras globais na deglutição permitirá a identificação e intervenção precoces frente às alterações desta função.
Objetivo: verificar as condições de deglutição de acordo com o nível de comprometimento motor global em pacientes com PC. Métodos: setenta pacientes com PC, com média de idade de 4 anos e 8 meses e todos os níveis de classificação do GMFCS, atendidos por um centro de reabilitação brasileiro de referência foram avaliados quanto à deglutição. O diagnóstico de deglutição e sua gravidade foram comparados com o nível de comprometimento motor avaliado pelo GMFCS. Resultados: houve diferença significante entre as condições de deglutição e os níveis motores do GMFCS, para as duas
consistências oferecidas (pastoso e líquido). A distribuição dos graus de disfagia em relação ao nível motor mostrou piora desta de acordo com a piora na condição motora grossa. Conclusão: as condições de deglutição de pacientes com PC correlacionaram-se de forma significante com o nível de  comprometimento motor estabelecido pelo sistema GMFCS, ou seja, quanto maior este nível de comprometimento, maior a gravidade da disfagia.


Palavras-chave


Neurologia; Fonoaudiologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.