Meningite recorrente de Mollaret: uma revisão

Abelardo Q. C. Araujo, Tiago C. Soares

Resumo


A meningite recorrente linfocítica benigna ou meningite de Mollaret, inicialmente descrita pelo neurologista francês Pierre Mollaret em 1944, é uma condição relativamente rara, benigna mas incapacitante durante os seus períodos de agudização. Trata-se de quadro inflamatório meníngeo recorrente devido a reativação de infecção pelo herpes simples vírus, particularmente o herpesvirus do tipo 2 (HSV-2). Pode ser reconhecida a partir do seu quadro clínico de meningismo
agudo, perfil liquórico linfocítico e identificação do genoma viral por PCR no líquor. Aciclovir e seus derivados podem ser utilizado no seu tratamento ou na sua profilaxia. Sua identificação é importante no sentido de se excluir outras causas de quadros meníngeos recorrentes.


Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.