ASPECTOS SOCIODEMOGRÁFICOS, CLÍNICOS E FAMILIARES DE PACIENTES COM O TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA NO SUL DE SANTA CATARINA

Caroline Borges de Castro, Jaime Lin, Thiago Mamôru Sakae, Flavio Ricardo Liberali Magajewski

Resumo


O transtorno do espectro autista (TEA) é considerado um distúrbio global do desenvolvimento que atinge a linguagem, a cognição e a interação social. Objetivo: Descrever o perfil diagnóstico de pacientes com o transtorno do espectro autista atendidos no Ambulatório de Neurogenética da Universidade do Sul de Santa Catarina. Métodos: Foram analisados 122 prontuários de pacientes diagnosticados com Transtorno do Espectro Autista em acompanhamento regular no am- bulatório de neurogenética da UNISUL entre os anos de 2010 e 2013. Resultados: Foi encontrada a razão de 3 meninos para cada menina com TEA. O sexo feminino foi fator de risco para outros problemas de saúde. Problemas do sono e pais com problemas psiquiátricos es- tiveram associados a outras patologias clínicas e psiquiátricas. Con- clusão: Entre os pacientes com TEA, o sexo feminino, história de pais com problemas psiquiátricos, e distúrbios do sono apresentaram as- sociação estatística com comorbidades neurológicas, respiratórias e genéticas.


Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.