QUALIDADE DE VIDA (QV) NA DOENÇA DE PARKINSON: O PDQ-39 CONTEMPLA A AVALIAÇÃO DE QV NOS INDIVIDUOS DISFÁGICOS?

Ana Claudia de Oliveira, Carlos Roberto de Mello Riede, Marciéli Ghis, Marcio Schneider Medeiros, Adriane Ribeiro, Maira Rozenfeld Olchik

Resumo


Avaliar o impacto da disfagia na qualidade de vida (QV) de
indivíduos com Doença de Parkinson (DP) através do instrumento recomendado para essa população. Métodos: Participaram deste estudo pacientes com diagnóstico de DP. Todos os participantes foram submetidos à avaliação fonoaudiológica de deglutição com as consitências sólida (pão francês) e líquida (água), responderam ao PDQ-39 e tiveram o estadiamento da DP classifcado pela escala de Hoehn
&Yahr. Resultados: Foram avaliados 31 indivíduos com DP, sendo 21 (67,7%) do gênero masculino. A média de idade foi 59,6 anos (À 11,3), variando de 38 a 79 anos e o tempo doença desde o diagnóstico foi, em média, 9,8 (À4,8) anos. A disfagia esteve presente em 74,2% dos indivíduos avaliados e na correlação entre o PDQ-39 total e a presen-
ça de disfagia houve signifcância apenas no domínio estigma. Conclusão: Em indivíduos com DP avaliados através do PDQ-39 não fca evidente o impacto da disfagia na percepção de QV dessa população.

Palavras-chave


Neurologia ; Fonoaudiologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.