PERFIL NUTRICIONAL DE IDOSOS PORTADORES DE ALZHEIMER ATENDIDOS EM HOMECARE

Glenya Estevam de Medeiros, Bárbara Oliveira Rosas, Amanda de Souza Nunes Lessa, Fabiana Maria Coimbra de Carvalho, Daliana Caldas Pessoa da Silva, Juliana Bianca Maia Franco, Alexandre Coelho Serquiz

Resumo


A Doença de Alzheimer (DA) é uma doença cerebral degenerativa que atinge normalmente a população idosa e que provoca declínio cognitivo. Pacientes acometidos por essa doença tendem a sofrer de disfagia, podendo surgir defciências nutricionais, com consequente perda de peso, o que difculta o tratamento de modo geral. Diante desse fato, o principal objetivo deste artigo é avaliar os resultados da interferência da nutrição em pacientes portadores de DA. Foram analisados parâmetros antropométricos, dietéticos e bioquímicos em ambos os sexos. Com base nos resultados apresentados no que diz respeito ao sexo, obteve-se uma média de idade de 84 anos entre os sexos, com maior prevalência no gênero feminino, totalizando 73% do total da amostra de 51 participantes. Na análise do inquérito
alimentar, o consumo médio de energia e de macronutrientes dos idosos do sexo masculino foi de 1247,88 kcal, distribuídos 128,62g de carboidratos, 44,80g de proteínas e 20,66g de lipídeos, enquanto no sexo feminino foi de 1229,01 kcal, distribuídos em 137,61g de carboidratos, 44,58g de proteínas e 23,12g de lipídeos. Portanto, conclui-se
que é fundamental a atuação de uma equipe interdisciplinar para a integração de conhecimento de várias áreas, com o objetivo comum de promoção e reabilitação da saúde dos idosos.

Palavras-chave


Neurologia ; Nutrição

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.