ESCLEROSE MÚLTIPLA PSEUDOTUMORAL: RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA

Carolina Alvarez, Philippe Joaquim Oliveira Menezes Macêdo, Cristiane Afonso

Resumo


A forma pseudotumoral de esclerose múltipla é extremamente rara
e possui uma grande variedade de diagnósticos diferenciais, o que a
torna um desafio na prática neurológica. Neste artigo, apresentamos
um caso desta manifestação incomum de esclerose múltipla, que foi
avaliado em uma clínica especializada no Rio de Janeiro. O caso é de
um individuo do sexo masculino de 21 anos que apresentou apenas
crises convulsivas. Apresentou curso benigno da doença.


Palavras-chave


Neurologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.