Te reo mãori: analysing the colonial history of the native mãori language of Aotearoa (New Zealand).

Krystal Te Rina Warren

Resumo


A colonização exerce um impacto dramático sobre as línguas indígenas. A revitalização linguística não pode ser sobre a língua somente; deve-se também analisar os contextos de poder que relegam nossas línguas às margens da existência. Este artigo explora brevemente a história colonial do povo
indígena Maori de Aotearoa (Nova Zelândia) e o declínio da língua Maori. Oferece-se, em seguida, uma visão ampla das respostas dos Maori à colonização, considerando os caminhos de revitalização da língua e do espírito Maori.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: