The split-S system and the source of the absolutive case in Tenetehára

Fábio Bonfm Duarte

Resumo


The main goal of this paper is to investigate the split-S system in Tenetehára. I propose that the A and Sa subjects are cross-referenced by means of the same set of prefixes in root eventive clauses, whereas O and So are encoded by the absolutive clitics. The analysis demonstrates that this language exhibits an internal parametric variation in the sense that the Sa, So and A subjects may receive either the nominative or accusative Case, whereas objects systematically receive the accusative Case. This opens a parametric option in the sense that a higher functional projection must be activated in order to make possible the Case evaluation of the Sa, So, A and O arguments.

--------------------------------------------------------------------------------

Este artigo examina o sistema cindido de marcação de argumentos nucleares na língua Tenetehára. Propõe-se que há uma série de prefixos que codifica os argumentos A e Sa de predicados eventivos, enquanto outra série codifica os argumentos O e So por meio de clíticos absolutivos. A análise propõe ainda que essa língua exibe uma variação paramétrica, visto que os sujeitos Sa, So, e A ora recebem Caso nominativo ora Caso acusativo, enquanto objetos recebem apenas Caso acusativo. Esta proposta abre uma opção paramétrica no sentido de que precisamos acionar uma projeção funcional acima do domínio de v-VP para possibilitar a valoração de Caso dos argumentos Sa, So, A e O.

 

---

DOI: http://dx.doi.org/10.31513/linguistica.2017.v13n2a14034


Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: