Transitividade: do verbo à construção

Maria Angélica Furtado da Cunha, José Romerito Silva

Resumo


Neste artigo, discutimos a transitividade verbal. Mais especificamente, confrontamos a abordagem desse fenômeno segundo a tradição gramatical, a proposta do Funcionalismo norte-americano em sua versão clássica e a perspectiva funcional centrada no uso aliada à Gramática de Construções. Desse modo, buscamos focalizar, sobretudo, o deslocamento da visão centrada na oração, que considera a gradiência das relações entre o verbo e seu(s) argumento(s), para a que postula a transitividade como uma propriedade da construção. Nessa direção, examinamos a construção transitiva, a partir de usos efetivos da língua em textos de fala e de escrita, procurando identificar pressões de natureza discursivo-pragmática na perspectivização de eventos transitivos e o reflexo delas na expressão dos construtos que os codificam.

 

 

---

DOI: http://dx.doi.org/10.31513/linguistica.2018.v14n1a15344


Palavras-chave


Transitividade. Construção. Linguística Funcional Centrada no Uso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: