Arguments for and Against Verb Second in Karitiana

Luciana Raccanello Storto

Resumo


This paper revisits the hypothesis that Karitiana is a verb second language in which the finite verb occupies a second structural position in the sentence (C). We show that, although embedded clauses are SOV, the finite verb in a transitive declarative sentence is in second position and the default order is SVO. Other sentential types are examined, including negated sentences, focus and discourse topic contexts, and poetic parallelisms, and the conclusion is that there is a phonological requirement in the language that makes a phonological phrase occur before the finite verb. Whereas the V2 phenomenon in Germanic languages is categorical, in Karitiana it is possible for sentences to be verb-initial besides the above-mentioned phonological requirement which, together with verb movement, is responsible for the verb second phenomenon in the language.

--------------------------------------------------------------------------------

ARGUMENTOS A FAVOR E CONTRA V2 EM KARITIANA

Este artigo revisita a hipótese de que a língua Tupi Karitiana é uma língua V2, em que o verbo finito ocupa uma segunda posição estrutural da sentença (C). Mostramos que, apesar de a língua ser SOV nas encaixadas, o verbo finito em uma sentença transitiva declarativa ocorre na segunda posição estrutural da sentença e que em um contexto não marcado a ordem é SVO. Outros tipos sentenciais são examinados, inclusive sentenças negativas, contextos de foco e tópico do discurso, e paralelismos poéticos e conclui-se que há um requerimento fonológico na língua que exige que uma frase fonológica ocorra antes do verbo finito. Enquanto o fenômeno V2 em línguas Germânicas é categórico, em Karitiana é possível a ocorrência de sentenças verbo iniciais, apesar do requerimento supracitado que atua juntamente com o movimento do verbo para a segunda posição.

---

Original em inglês.


Palavras-chave


V2, Karitiana, movimento verbal

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2020.v16nEsp.a21873

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: