Linguística de corpus e diálogos de materiais didáticos de língua espanhola: uma análise do ato de fala “diretivos” no contexto de encontros de serviço

Flávia Colen Meniconi

Resumo


Este trabalho foi desenvolvido com a finalidade de comparar os atos de fala diretivos presentes nos diálogos de livros didáticos de língua espanhola adotados na Universidade Federal de Alagoas e no corpus oral espontâneo da Universidade Autónoma de Madrid. O objetivo do estudo foi analisar as diferenças linguísticas e discursivas presentes nas formulações dos diretivos de ambos os materiais e evidenciar os problemas relacionados à artificialidade dos diálogos criados para fins pedagógicos. Buscou-se, a partir dessa análise, justificar a precariedade no desenvolvimento da competência pragmática dos estudantes de espanhol como língua estrangeira influenciada, entre outros fatores, pela carência de materiais didáticos que apresentam mostras mais reais e espontâneas do idioma. Como resultados, o estudo evidenciou diferenças linguísticas entre os dois materiais analisados. Essas diferenças revelaram uma considerável distância entre a fala oral espontânea e dos diálogos criados em materiais didáticos de língua espanhola.


Palavras-chave


diretivos; materiais didáticos; corpus oral espontâneo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2020.v16n2a32883

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: