Saltar/soltar do ônibus: uma abordagem cognitiva à escolha lexical

Janderson Lemos de Souza

Resumo


Neste artigo, apresento três motivações semânticas para a co-ocorrência, no português brasileiro, dos verbos “soltar” e “saltar” em relação a meios de transporte (como ônibus, trem e metrô) à luz da Linguística Cognitiva. A partir do conceito de esquema imagético, a primeira motivação diz respeito à trajetória do movimento do corpo no espaço; a segunda, à relação entre o corpo e o espaço; e a terceira, à duração do movimento do corpo no espaço. Antes, faço considerações sobre as concepções de léxico.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: