O papel dos mecanismos de controle executivo no processamento linguístico: diferenças de desempenho entre crianças e adultos em tarefas experimentais

Erica dos Santos Rodrigues

Resumo


Este trabalho focaliza a atuação de mecanismos de controle executivo no processamento linguístico, buscando explorar em que medida diferenças de desempenho entre crianças e adultos em determinadas tarefas experimentais podem ser atribuídas à atuação desses mecanismos. Apresenta-se uma caracterização da função executiva e de seus componentes, com indicação de evidências de base neurológica e de dados relativos ao curso temporal de desenvolvimento dessa função. Discutem-se, em seguida, resultados de experimentos envolvendo estruturas linguísticas cujo processamento parece mobilizar mecanismos de controle executivo. Encerra-se o artigo com a sugestão de questões para pesquisa futura.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2011.v7n2a4467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: