Padrões construcionais formados por pronomes locativos no português contemporâneo do Brasil

Mariangela Rios de Oliveira

Resumo


Descrição e análise de três padrões construcionais do português formados por pronomes locativos, em torno de sintagmas nominais e verbos, com base em pressupostos funcionalistas (Bybee, 2010; Traugott, 2008; Traugott e Dasher, 2005) e cognitivistas (Croft e Cruse, 2004; Croft 2001). Proposição de gradiente de gramaticalidade dos padrões referidos, na trajetória léxico > gramática, de modo que padrões nominais se situam no plano lexical, enquanto padrões verbais localizam-se no nível gramatical, destes, ordenações pós-verbais figuram em estágio de maior convencionalização.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2012.v8n1a4473

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: