Mudança no inventário dos conectivos concessivos - o caso das partículas quando e e

Ivo Costa Rosário

Resumo


Este artigo apresenta uma investigação sobre as partículas quando e e, analisadas como possíveis inovações na lista dos conectivos responsáveis pela expressão da concessividade. Para isso, utilizamos os pressupostos teórico-metodológicos da Linguística Funcional Centrada no Uso. A análise tem por base amostras de língua escrita, coletadas a partir dos 1275 discursos políticos selecionados do site oficial da ALERJ - Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, no ano de 2009.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: