Orientação de anáforas nulas e pronominais para sujeitos e tópicos no PB

Eduardo Kenedy, Carla Mota

Resumo


O artigo apresenta e discute os resultados de uma pesquisa experimental acerca da orientação de anáforas nulas e pronominais para referentes em posição sintática de sujeito ou de tópico. Um experimento de julgamento imediato de gramaticalidade, aplicado com 60 participantes, falantes nativos do português brasileiro, testou a hipótese de que língua-I desses sujeitos possa ser caracterizada como uma língua orientada para o discurso, com proeminência de tópicos, tal como preveem estudos como o de Pontes (1987), Kato (2006), dentre outros.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2012.v8n2a4556

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: