Thirteen-month-old infants use phonologically strong function words in word segmentation and categorization

Cristina Name, Sabrina Teixeira, Danielle Uchôa

Resumo


Investigamos a habilidade de bebês de 13 meses adquirindo o português brasileiro na segmentação e categorização de palavras, usando itens funcionais fonologicamente fortes. Utilizando a técnica do Olhar Preferencial, conduzimos dois experimentos. No Experimento 1, bebês foram familiarizados com dois pseudonomes (tofe, bape). No teste, um grupo ouviu bape + determinantes e tofe + pseudodeterminantes; o outro grupo ouviu o padrão inverso. As crianças segmentaram o DP, preferindo a condição contendo determinantes. No segundo experimento, bebês foram familiarizados com determinantes (Grupo 1) ou pronomes pessoais (Grupo 2) + pseudopalavras. No teste, todas ouviram determinante ou pronome não familiarizados + pseudopalavras. As crianças atribuíram os itens funcionais às diferentes classes D e Pron, e categorizaram novas palavras como nome ou verbo. Os resultados sugerem que, apesar de suas propriedades fonológicas, itens funcionais do PB são percebidos precocemente pelas crianças e usados na segmentação DP e na categorização de novas palavras.

DOI: 10.17074/2238-975X.2015v11n1p71


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31513/linguistica.2015.v11n1a4622

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



A Revista Linguítica 

é membro das seguintes associações:

Abec CrossRef

 

e está indexada nas seguintes bases de dados/catálogos/diretórios: